Hoje não tem nenhuma banda nova ou underground! Trago-lhes um músico já consagrado, porém falarei de sua carreira solo. Muita gente conhece Eddie Vedder por conta do Pearl Jam, mas nem imagina que o surfista tem dois discos sensacionais sozinho. Apesar de sua banda ter alguns sons parecidos com os da carreira solo do rapaz, seus discos são únicos e bem característicos.

O primeiro é o Into The Wild, que foi composto para ser trilha sonora do filme de mesmo nome e considero uma obra prima. Filme e músicas se completam perfeitamente. Eddie conseguiu captar toda a essência e sensibilidade necessárias para escrever como se fosse o protagonista, é de arrepiar de tão lindo que ficou. Alias, indico o filme tão fortemente quanto o álbum.

O segundo, também bem bacana, é o Ukulele Songs, o qual é composto basicamente por voz e ukulele (aquele cavaquinho havaiano). O álbum inteiro acaba sendo um pouco enjoativo, mas ao ouvir as músicas isoladas é de uma lindeza comovente. Uma pena que faz um bom tempo que Vedder não lança nada fora do Pearl Jam. Aguardamos que o rapaz dê as caras novamente em seus trabalhos solos pois na opinião deste que vos escreve, é melhor do que o grupo.

Society

Hard Sun

Can’t Keep

Newsletter Troca o Disco
Receba novidades com antecedência em seu e-mail
Seu e-mail não será compartilhado.