Acho importante começar este post ressaltando que não costumo dar muita bola para bandas instrumentais. Raramente me chamam atenção ou ganham minha simpatia. Considero o vocal algo bastante importante, porém, com a Quarto Ácido nem lembrei que vocalistas sequer existem. Outro fator que costumo não apreciar é a esquizofrenia do som, mas mais uma vez, o power trio me fez rever meus conceitos.

Os rapazes fazem um som incrível e difícil de definir. Tirando o obvio psicodélico, consegui sacar influências de progressivo, stoner, blues e alguma coisa de post-rock. A banda mistura todos esses ingredientes e nos entregam um prato saboroso de ROCK, que assim como um ácido, te faz viajar para bem longe. A característica que mais me emocionou foi o fato das canções mudarem diversas vezes e de forma abrupta mas sem soar mecânico.

O grupo já possui dois EP’s, e está trabalhando em um próximo, juntamente com um clipe, porém, enquanto o material novo não chega, deliciamo-nos com o que já temos. Deixarei 2 músicas e o 2º EP inteiro para a audição, mas é fácil encontrar todo o trabalho deles no Soundcloud ou na Página no Facebook.

33

Espiral

Volume II (full álbum)

Newsletter Troca o Disco
Receba novidades com antecedência em seu e-mail
Seu e-mail não será compartilhado.