Saudações!
Iniciando o ano de 2016 de maneira macia, gravamos mais um episódio da série Guilty Pleasures citando mais uma porção de artistas que ouvimos, mas sentimos vergonha na hora de assumir!

Quem fala?
João Paulo, produtor musical e editor no Troca o Disco.
Henrique Machado, técnico em áudio, edição dos podcasts e revisão no Troca o Disco.
Bruno Hiago, músico, blueseiro de corpo e alma e publicitário.
Bianca Aguiar, publicitária, tatuada e Rock ‘N’ Roll. Apaixonada pelos anos 80.


Download do episódio

Confiram as Bolachadas deste episódio: 
Greg Howe & Ritchie Kotzen – Tilt
Jamiroquai – Travelling Without Moving
Nina Simone – I Put a Spell On You
Morcheeba – Big Calm

Snapchat do Troca o Disco
João Paulo: jgomiero
Henrique Machado: hredsm
Bruno Hiago: bhiago
Bianca Aguiar: biancaaguiar2

Divulgue o Troca o Disco!
Não deixe de assinar nosso feed no itunes e dar 5 estrelinhas para o nosso Podcast
Críticas, elogios e sugestões para contato@trocaodisco.com.br
Arte da Capa: Eder Oliveira

  • Caralhoooo, quanto tempo falando dessa chateação de Sandy e Junior, pelamor de deus!!!!
    Fala sério!!!

    • Rafael

      Uma grande merda mesmo. Parei ali.

  • Yane

    Mas o senhor João Paulo viu… BOTOU PRA LASCAR!!! A M O dona Nina Simone!!!

  • Finalmente chateação vai embora, ouvindo…

  • ciromessias

    Só queria deixar registrado meu protesto motivado pela indignação de a senhorita Bianca colocar Guilherme Arantes como um guilty pleasure!!!! Amiga, se joga porque Guilherme Arantes é bom demais! kkkkkkkk. Precisa ter vergonha não!
    Falando sério, ele é pra mim um dos maiores nomes da música brasileira. O último álbum lançado por ele é uma joia.
    Ademais eu compartilho de quase todos os guilty pleasures de vocês todos… mas Xitãozinho e Chororó realmente é demais pra mim. hehehehehe.
    Abçs!

  • Bem vindos de volta, senhores!

    Sempre um episódio polêmico quando o assunto é guilty pleasures. Confesso que vocês falaram aí de coisa que eu desconverso na hora caso alguém me pergunte se eu escuto! Mas dessa vez tive a impressão que vocês citaram como guilty pleasures algumas coisas que não merecem esse rótulo. Acho que quando a música é muito boa a vergonha passa, no mínimo suaviza. Generalizando um pouco, acho que a maior dificuldade é quando a pessoa quer assumir um tipo de “esteriótipo musical” e se pega gostando de algo que foge da curva, só que o fato de ser algo diferente não significa que seja ruim. O Troca o Disco em especial tem me ajudado bastante a conhecer e gostar de coisas novas e muito variadas, que por mim mesmo nunca me interessaria e que em outro tempo seria capaz de classificar como música chata ou irritante.

    Desculpa, Xitãozinho e Chororó pra mim não tem como, apesar de ainda ser melhor que a maioria das outras duplas sertanejas. Agora, Lifehouse? A música deles é “unissex”, o som é maneiro e serve sim para uma bela noite romântica, “if you know what I mean”.

    Tenham uma boa vida!

  • Rômulo Konzen

    Ouve Fresno e diz que Roxette é romance brega. I rest my case.

  • Heavy Neto

    Musiqueiros!!!
    Sei lá por que, mas demorei a conhecer o TDCast… mas conheci e como roqueiro, metaleiro, musiqueiro, ADOREI! E pasmem, tomei conhecimento de vocês no Crazy Metal Mind. Depois do fim do Máquina do Tempo, que era meu cast favorito, tenho ouvido CMM, e agora vocês e o recentíssimo Heavy Metal Böx do Thiago Miro.
    Estou fazendo agora a maratona TDCast, já estou no 20, e enquanto isso vou ouvindo os novos também!
    Parabéns pelo trabalho e KEEP ROCKING!!!

    m/, ,m/

Newsletter Troca o Disco
Receba novidades com antecedência em seu e-mail
Seu e-mail não será compartilhado.