Neste episódio, João Paulo (@jpgomiero) e Henrique Machado (@hredsm), conversam sobre o contexto histórico da Chess Records, importante gravadora que marcou toda uma geração. Entre as décadas de 50 e 70, período em que se manteve ativa, a gravadora foi responsável por dar existência à grandes artistas. Fazem parte desse legado Muddy Waters, Howlin’ Wolf, Chuck Berry, Etta James, Buddy Guy dentre muitos outros que contribuíram para que o Blues – um gênero derivado da música folclórica executada por escravos e negros em campos de trabalho – caísse no gosto popular, um verdadeiro marco histórico, uma vez que esse movimento foi um dos principais expoentes do nascimento do Rock and Roll. Apesar de sua relevância, a Chess Records declina dramaticamente ao final da década de 60, até o encerramento de suas atividades em 1969.

Ouça, compartilhe com a gente a sua opinião e Tenha uma boa vida!


Clique aqui para fazer o download.

> 00:01:44 – Comentários e emails.
> 00:15:52 – Tema.
> 01:30:15 – Bolachadas.

Não deixe de assinar nosso feed no itunes e dar 5 estrelinhas para o nosso Podcast!
Críticas, elogios e sugestões para contato@trocaodisco.com.br

Links Recomendados
Participação no Máquina do Tempo #165 – Grandes Cantores do Rock
Muddy Waters & Rolling Stones – Baby Please Don’t Go
Howlin’ Wolf – How Many More Years
Little Walter – My Babe (Trecho do filme Cadillac Records)
Chuck Berry – Maybellene (1958)
Etta James – I’d Rather Be Blind (1975)

Confiram as Bolachadas deste episódio:

Muddy Waters – After The Rain [1969]
muddywaters

Howlin’ Wolf – Moanin’ in the Midnight [1959]
howlinwolf

Newsletter Troca o Disco
Receba novidades com antecedência em seu e-mail
Seu e-mail não será compartilhado.