Pela primeira vez minha indicação não será uma banda ou artista, mas sim um álbum especifico. Falo hoje do Cantigas de Roda, o último disco lançado pela famosa banda brasiliense, Raimundos.

Depois de 12 anos sem lançarem nada inédito, em 2014 os candangos voltaram com a corda toda. Com uma campanha de crowdfunding (uma espécia de “vaquinha” patrocinada pelos fãs na internet) absurdamente bem sucedida, a banda foi para Los Angeles gravar o novo trabalho, e apesar de ter sido tudo feito de forma independente conseguiram entregar um trabalho digníssimo, provavelmente muito melhor do que se tivesse sido subsidiado por uma grande gravadora.

O álbum traz o que o Raimundos sempre teve de melhor, canções punks, rápidas, empolgantes e com um cunho humorístico fortíssimo. Digão nos vocais mais uma vez prova que a banda não ficou desfalcada com a saída de Rodolfo, alias, na opinião deste que vos escreve, acho triste ainda ter que falar de Rodolfo quando se fala de Raimundos, o grupo já gravou três álbuns sem o rapaz e ficaram lindíssimos, com a cara e a sonoridade que a banda sempre teve.

Gordelícia

Baculejo

Politics

Newsletter Troca o Disco
Receba novidades com antecedência em seu e-mail
Seu e-mail não será compartilhado.