Antes mesmo de começar, quero deixar claro, o que estou fazendo tem a ver com um sentimento de culpa. Me olhei no espelho e pedi desculpas antes de começar a escrever.

De um lado temos Menaham Street Band, banda que conheci no início de 2015, mas que me acompanha até agora com o primeiro disco Make The Road By Walking (2006). Basta dar play no álbum e não importa onde esteja, vai sentir um gosto dos anos 70 mesmo sem ter vivido essa época.

Do outro lado Charles Bradley, descoberto aos 62 anos pela Daptone Records. O tempo passou para Charles, deixando acumulado uma voz que expressa em abundância punsh e feeling. Lançou seu primeiro disco – No Time For Dreaming – em 2011 e seu último trabalho(até o momento) – Victim Of Love – lançado em 2013.

carlito

O que me chateia é descobrir apenas agora, que a banda esteve presente nestes dois álbuns. Por já curtir o som do Menaham, isso me impulsionou a ouvir Bradley com calma. Sei, é lamentável, mas nunca é tarde, não faça como eu.

Em 2013, fizeram uma apresentação de tirar o chapéu no querido canal KEXP

Newsletter Troca o Disco
Receba novidades com antecedência em seu e-mail
Seu e-mail não será compartilhado.