Primeira missão musiqueira cumprida! Sim, o Tomorrowland foi a nossa primeira credencial oficial fazendo parte da equipe #SpotifyCurators. 😉

Apesar de o evento parecer gigantesco visto de fora, você consegue se deslocar facilmente entre os palcos. Em questão de tamanho, tive a impressão de a estrutura toda ser montada em um espaço ligeiramente menor que em outros festivais como o Lollapalooza por exemplo. Mesmo contendo inúmeras ativações de marca, lojas oficiais, praças de alimentação e os 6 palcos. O que é um ponto positivo pois você perde menos tempo andando entre uma atração e outra.

O conceito da Tomorrowland realmente acontece: não existem diferenças entre as pessoas, não importa de onde elas sejam. O “mundo todo” se une para celebrar a música. Topei com Irlandeses, Canadenses, Ucranianos, Norte-Americanos, Argentinos e Chilenos. Foi um dia em que utilizei mais o inglês para me comunicar do que o próprio português e mesmo se você não souber falar tão bem a língua estrangeira, de uma forma ou de outra você acaba conseguindo se comunicar, até mesmo nos passos de dança descoordenados.

DSC_8552-01

Matheus Fugazza

Você pode não gostar de música eletrônica mas com certeza aprecia arte, e o festival é uma obra de arte! Tematizado pelo conceito “The Key Of Happines”, são espalhados artistas por todo o espaço para interagir e dançar com o público presente, a natureza em volta ganha mais vida com a decoração do tema, luzes, muitas luzes, bolhas de sabão, fumaças, água, piscina, telões e outros efeitos compõem os 6 diferentes palcos.

A música vem de todos os lados e em todos os “beats” que você puder imaginar. Obviamente, é preciso gostar de música eletrônica para ir ao evento ou seus ouvidos irão clamar por um minuto de silêncio, mas para quem aproveita as batidas lá é o “Santo Graal”. Dividindo o line-up foram 46% DJs Nacionais e 54% DJs estrangeiros, o que mostra uma valorização enorme aos nossos artistas. O festival é bem popular, tocando bastante música que se ouve nas rádios. Posso até fazer rapidamente um apanhado de músicas que mais tocaram no evento em remixes de DJs como Lean On do Major Lazer, Wonderwall, do Oasis, How Deep Is Your Love, do Calvin Harris e Runaway (U & I) do Galantis.

DSC_8480-01

Matheus Fugazza

Deixando de lado o Main Stage, que é um palco surreal em todos os aspectos, o destaque sonoro foi para a tenda V Sessions Hosted By Anzu Club. Em pelo menos quatro vezes que consegui parar por lá, a qualidade do som estava sempre muito alta.

Dimitri Vegas & Like Mike foram os headliners este ano fechando o Main Stage no último dia do festival com uma responsabilidade enorme e mesmo assim, separaram um tempo do seu set para pintar o céu e o palco de luz roxa e tocar um clássico do Prince, a música Purple Rain em homenagem ao mestre. É aquele tipo de homenagem que arrepia só de lembrar!

Clique aqui para se deliciar com álbum completo de fotos realizadas na cobertura do Tomorrowland clicadas pela lente de Matheus Fugazza. Sintam um pouquinho da energia do festival ouvindo a playlist criada pela equipe do Tomorrowland BR e tenham uma boa vida!

Newsletter Troca o Disco
Receba novidades com antecedência em seu e-mail
Seu e-mail não será compartilhado.