Saudações Musiqueiros de Plantão!

Já comentamos em outro vídeo no Youtube sobre qual o nosso processo para a criação de playlists, sendo ter um tema, uma duração não muito longa e dentre outros critérios, você pode ver no link abaixo:

Link: https://www.youtube.com/watch?v=SOm8OD15D_w

Mas nesse post eu lhes apresento uma especifica com nomes da guitarra no jazz, a Sem Bendão.

SEM BEMDÃO

A origem do seu nome vem dos memes da música onde os guitarristas e entusiastas sempre comentam sobre os tais “Bendões de 1 tom e meio”, e na sua maioria vem com uma foto do mestre SRV junto. Sabemos que essa técnica não é muito utilizada pelos guitarristas de jazz, pelo menos não pelos mais tradicionais, e dai ela foi batizada de Sem Bendão.

Agora vamos falar das músicas…o que eu mais ouvia do meu professor de guitarra era de que ouvir os improvisos dos guitarristas dentro dos temas era a melhor aula que eu teria, e na época(sem Spotify) era mais difícil ter acesso a versões diferentes de um mesmo tema, então fiz essa playlist não só para apreciação, mas também como uma forma de estudo.

Tentei contemplar em ordem quase que cronológica os guitarristas selecionados e os temas, começamos com uma pitada de Wes Montgomery, Joe Pass, Jim Hall, tocando os temas do famoso Real Book como “My Funny Valentine”, “Summertime”, depois algumas interpretações mais dentro do bebop com “Dona Lee” e “Billies Bounce”, até chegar nas modernidades com os guitarristas “Kurt Rosenwinkel” e “John Pizarreli”. Dou destaque para as aparições nacionais com o quinteto do Djalma Lima e Michel Leme.

Uma playlist para conhecer o universo da guitarra no Jazz em contexto de aprendizado e apreciação, abram o Jack Daniels e entrem nessa.

 

 

 

 

Newsletter Troca o Disco
Receba novidades com antecedência em seu e-mail
Seu e-mail não será compartilhado.